Produção mundial de leite continuará a crescer, de acordo com o Rabobank



De acordo com o Rabobank, o valor do leite pago ao produtor e as condições meteorológicas favoráveis proporcionaram um alivio ao sector depois de três anos de baixos preços.

A melhoria de preços registados foi superior nos Estados Unidos em comparação com a União Europeia e Oceânia. Este resultado é consequente da procura local, exportação crescente de produtos lácteos e a fragilidade do dólar.

No entanto, o Rabobank prevê que a produção de leite nos EUA continuará a marcar uma tendência crescente graças as margens da alimentação animal e ao aumento interno da procura por manteiga e queijo.

Já na UE, os preços médios pagos ao produtor subiram no final de 2016, embora que ligeiramente. Os produtores da Irlanda, Polónia e Itália continuam a aumentar a sua produção, já a Alemanha e França apresentaram produtores inferiores aos registados em 2016.

O Rabobank prevê que a recuperação da produção mundial continuará.


Fonte: Agrodigital ->  http://www.agrodigital.com/PlArtStd.asp?CodArt=114888
Data de publicação: 2017-06-27 09:00:04

        

242 visualizações