Grupo Lusiaves investe 10 milhões de euros em ampliação



fonte da imagem: dinheiro vivo

O Grupo Lusiaves inaugurou a ampliação da Racentro, um investimento de 10 milhões de euros, e anunciou a instalação de um secador de milho que disponibilizará aos produtores nacionais.

Segundo anunciou o presidente do Grupo Lusiaves, Avelino Gaspar, este investimento vai permitir à empresa um crescimento de 50%, passando a ter uma capacidade de produção mensal de 60 mil toneladas, mais 20 mil do que atualmente.
Este investimento permitiu ainda a instalação de um dos maiores secadores de milho do país, com uma secagem de 1.200 toneladas por dia.

"Serve para secar a nossa produção, que controlamos através da integração que temos e dos acordos que temos com os parceiros, e também serve para prestar apenas o serviço de secagem", explicou.

"Qualquer agricultor que produz o seu milho e que tem um canal de escoamento já garantido, traz o seu milho aqui, nós secamo-lo e devolvemo-lo novamente, cobrando apenas o serviço da secagem", acrescentou Avelino Gaspar.
O presidente do Grupo Lusiaves adiantou que "esta ampliação representa crescimento, capacidade de produção e capacidade para exportar".

"Estes produtos do setor avícola são bem aceites pela Europa e pelo mundo. Com a dimensão que temos e com os investimentos que fizemos ao longo dos anos, com a tecnologia de ponta que utilizamos, ombreamos confortavelmente com qualquer 'player' europeu ou internacional".

O ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, destacou o investimento "que não teve apoio público" e que, por isso, é "ainda merecedor de maior reconhecimento por parte do Governo".

"É a demonstração inequívoca que o setor agroalimentar no seu sentido mais amplo é um setor que acredita no futuro, que investe e que continua a revelar uma enorme capacidade de inovar, transformar e competir", sublinhou o ministro.

Capoulas Santos adiantou que o "setor agrícola tem conhecido uma dinâmica e, felizmente, apesar das dificuldades e constrangimentos de circunstâncias, como a seca, tem vindo a revelar uma enorme apetência perante o investimento".

O ministro acrescentou que o Governo já apoiou "empresas agrícolas" num investimento "superior a 1.500 milhões de euros".
"Portugal é o terceiro Estado-membro da União Europeia com melhor execução financeira dos seus programas de desenvolvimento rural. É um setor que está a ajudar e muito a economia portuguesa, não só no incremento progressivo das exportações, mas também pela redução de importações. Só nos últimos dez meses as exportações cresceram 12% em relação ao ano anterior", revelou ainda Capoulas Santos.


Fonte: Diário de Noticias ->  https://www.dn.pt/lusa/interior/grupo-lusiaves-investe-10-milhoes-de-euros-em-ampliacao-8988215.html
Data de publicação: 2017-12-19 09:32:13

733 visualizações