UTAD irá integrar um projeto de controlo da vespa asiática



A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) vai ser um dos parceiros de um grupo de investigação para controlo da vespa asiática na região do ‘Douro Verde’. O projeto tem como missão o controlo desta espécie invasora e a minimização dos prejuízos na produção de mel por causa da vespa asiática e será apoiado por fundos comunitários.

Para além da UTAD, irão integrar este projeto a associação de produtores de mel do Marão (APIMarão), a Associação de Produtores Florestais de Montemuro e Paiva e empresas produtoras de mel e derivados.

No âmbito deste projeto, que deverá terminar em 2019, estão previstas ações de monitorização do desenvolvimento da vespa asiática. O objetivo é criar soluções técnicas para acabar com a proliferação desta espécie invasora.

No início do ano, Capoulas Santos, ministro da Agricultura, revelou que a capacidade de reprodução da vespa asiática em Portugal tem sido “impressionante”. Foi essa expansão que levou o Governo a “reequacionar” o programa de combate à vespa asiática com base numa comissão de acompanhamento para avaliar a estratégia para fazer face a esta espécie invasora, avistada em 12 distritos nacionais.

De acordo com Capoulas Santos, esta espécie invasora “é uma ameaça à nossa biodiversidade, em particular para as abelhas melíferas, que têm um papel importantíssimo na polinização. Teremos de levar mais longe o esforço, juntamente com a Proteção Civil e as autarquias, para identificar e destruir esta praga que infelizmente nos atingiu.”


Fonte: Vida Rural ->  http://www.vidarural.pt/sem-categoria/utad-integra-projeto-de-controlo-da-vespa-asiatica/
Data de publicação: 2018-04-16 13:45:33

585 visualizações