Notícias

O projeto Portuguese Meat promove a carne de raças autóctones portuguesas no Qatar e Emirados Árabes Unidos

 

O projeto Portuguese Meat promove a carne de raças autóctones portuguesas no Qatar e Emirados Árabes Unidos
Promovido pela Federação Nacional das Associações de Raças Autóctones (FERA), o projeto Portuguese Meat estará em Doha nos dias 6 e 7 de junho e no Dubai entre 8 e 9 de junho, para visitas de prospeção.  

Estas viagens acontecem no âmbito do projeto conjunto de internacionalização Portuguese Meat e têm como principal objetivo promover a oferta de carne, e produtos à base de carne, proveniente das raças autóctones portuguesas a potenciais importadores destes mercados. 

Durantes estes dias, a equipa do projeto, representada pelos agrupamentos de produtores das raças bovinas Barrosã (Cooperativa Agro Rural de Boticas – CAPOLIB) e Mirandesa (Cooperativa Agro-Pecuária Mirandesa, CRL), irá participar em reuniões B2B com entidades locais de forma a estreitar relações com potenciais clientes e aumentar o potencial de se efetivar negócio.

O projeto Portuguese Meat visa o reconhecimento internacional e o aumento das exportações de carne de raças autóctones portuguesas das espécies bovina (raças Arouquesa, Barrosã, Cachena, Marinhoa, Maronesa, Mertolenga, Minhota e Mirandesa), caprina (raça Serrana), ovina (raça Churra Galega Mirandesa) e suína (raça Bísara), promovendo a procura por produtos de reconhecida qualidade. Com a sua implementação, prevê-se um aumento da intensidade das exportações dos atuais 3,67% para 8,07%. 

Este é cofinanciado pelo COMPETE 2020, PORTUGAL 2020 e União Europeia, através do Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização – PME – Projetos Conjuntos, envolvendo um investimento total de 614.705,88 euros, cofinanciado em 55,25% das despesas elegíveis pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

 

Saiba mais sobre este projeto aqui 


Fonte: Portuguese Meat
Data de publicação: 08/06/2022 10:33

Pub.