Notícias

V Gala Porco D’Ouro marcada para 24 de junho em Alpiarça

 

A Gala Porco D’Ouro está de regresso, para a sua 5ª edição, este ano em Alpiarça. Depois de interrompida por constrangimentos devidos à Covid-19, a Gala é um dos momentos mais aguardados pelo mundo da suinicultura. Organizada pela Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores (FPAS), este é um dos principais eventos do setor, que distingue a produtividade e a eficiência das empresas. 

A Quinta da Atela, em Alpiarça, será palco de mais uma grande noite para a Suinicultura portuguesa. Depois de uma interrupção forçada devido à pandemia, a tão aguardada Gala Porco D’Ouro está de regresso, no dia 24 de junho, premiando o que de melhor se faz no setor suinícola do nosso país. 

Ao todo serão 76 nomeados para 31 prémios, divididos por 3 categorias, entregues às explorações candidatas, que se distinguem em três escalões organizados segundo a dimensão do seu efetivo reprodutor. 
Além destes, um dos galardões mais importantes da noite é o “Prémio Especial Porco D’Ouro Ministério da Agricultura para a Sanidade, Bem-Estar Animal e Ambiente”, que será entregue pela Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes.

No ano em que a fileira da carne de porco vê aprovado o selo de Certificação de Bem-
-Estar Animal da FILPORC, esta distinção marca cada vez mais o rumo da produção e indústria, em consonância com a política europeia “Do Prado ao Prato”.  

O “Prémio Ministério da Agricultura para a Sanidade, Bem-Estar Animal e Ambiente” distingue explorações com um bom desempenho em mais de 80 critérios relacionados com o espaço dos animais nas explorações, a gestão de efluentes ou os programas sanitários que bloqueiam a propagação de doenças animais como a Peste Suína Africana.

Outro dos prémios mais esperados é o “Prémio Especial Inovação Zoetis”, que incentiva os produtores a apostar na investigação e na inovação aplicada como elemento básico para a melhoria das explorações. O galardão distingue ideias originais, que não sejam de desenvolvimento comercial, cuja implementação, em qualquer âmbito – maneio, gestão de recursos humanos, meio ambiente, instalações, biossegurança, genética, eliminação de resíduos, sanidade animal ou bem-estar animal – tenha resultado na melhoria e inovação da exploração. 

Não menos importante é o “Prémio Porco Diamante”, que vai distinguir a exploração que apresenta os melhores padrões de higiene, biossegurança e maneio. 
Das 76 explorações a concurso, 84% das nomeações são da região de Lisboa e Vale do Tejo, 11% da região Centro, 4% do Alentejo e 1% do Norte.
Em destaque, temos:
•    Santarém – 9 nomeações
•    Palmela – 7 nomeações
•    Rio Maior, Leiria, Alenquer – 6 nomeações
•    Vila Franca de Xira, Torres Vedras – 5 nomeações


Fonte: FPAS
Data de publicação: 20/06/2022 09:40

Pub.